Histórico

 

O palco para a criação da Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes, Religiosos e Filantrópicos do Rio Grande do Sul, foi o 2º Congresso Nacional das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos, que ocorria em São Paulo. O ano era 1987, o dia e mês eram 12 de maio.

O principal objetivo de provedores e dirigentes era a defesa dos legítimos interesses dos hospitais filantrópicos e santas casas do Estado, tal como traduz o primeiro artigo da ata de fundação da Entidade:

 

“A Federação das Misericórdias do Estado do Rio Grande do Sul, sociedade civil, sem finalidade lucrativa e de duração ilimitada, é órgão de união e integração e de representação das Santas Casas e Entidades Filantrópicas do Estado do Rio Grande do Sul, constituída para fins de defesa, proteção, representação e assistência aos interesses sociais e econômicos das entidades federadas e, ainda, de colaboração com os poderes públicos e demais associações no sentido de solidariedade humana, social e econômica”.

 

Ao longo destes quase 25 anos de atuação, a Federação contou com a Presidência de:

 

Luiz Carlos Rocha Falchi: Médico urologista e atual superintendente geral da Santa Casa de Pelotas. Foi o primeiro presidente da Federação, estando a frente da instituição de 1987 – ano de sua criação – até 1990.

Darcísio Paulo Perondi: Médico e Deputado Federal, Perondi presidiu a Federação no período de 1989 a 2002. A forte atuação ao longo dos 13 anos que atuou na entidade conferiu ao Deputado o papel de Presidente de Honra.

Francisco Soares Ferrer: Farmacêutico e advogado, presidiu a entidade no período 2002/2010. Ferrer atua como superintendente geral do Hospital Pompéia de Caxias do Sul.

Oswaldo Luis Balparda: Bacharel em Ciências Contábeis e Mestre em Administração foi o presidente da entidade em 2009 a 2011.

Julio Dornelles de Matos: Advogado, pós graduado em gestão empresarial, atua como Diretor Geral da Santa Casa de Porto Alegre. Presidiu a Instituição de 2012 a 2015.